Flin participa de encontro de líderes de ISPs no Seminário InternetSul

Tempo de leitura: 2 minutos

Hoje é dia de debater as principais questões do setor de Internet, no meeting de líderes que acontece no seminário InternetSul, em Porto Alegre/RS. O evento que teve início na quinta-feira (14/03), e finaliza hoje, reúne empresários de ISPs da região sul do País.

O evento é exclusivo e gratuito para proprietários de empresas associadas à InternetSul e restrito a dois participantes por companhia.

Para Emiliano Reyes, CEO da Flin, provedor de internet que atende a grande Florianópolis, em Santa Catarina, o encontro é a oportunidade que os empresários do ramo tem para discutir, realizar networking e falar sobre inovação.

-Quero entender melhor como está o mercado de ISPs e levar novas oportunidades para o meu provedor, completou Emiliano.

Foto: Emiliano Reyes

Um dos assuntos em pauta será a “prostituição de preços” no setor de Internet, que traz um sério problema de competitividade às empresas.

Segundo informações da Anatel, o Brasil conta atualmente com mais de 5,7 mil provedores de Internet ativos. Desse total, os provedores independentes de serviços de internet (ISPs) já respondem por 48% dos acessos. Neste cenário povoado, entretanto, a concorrência desmedida preocupa aos empresários mais experientes, especialmente na competição praticamente predatória de preços entre as empresas.

De acordo com uma pesquisa realizada pela InternetSul junto a seus associados, 55% dos respondentes afirmaram que a guerra puramente por preços mais baixos – chamada de “Prostituição de Preços” na pesquisa – é o tema mais relevante para os players de internet.

Para Magnum Foletto, presidente da InternetSul, o cenário atual das ISPs, em que a corrida por inovação se desacelerou – devido ao uso mais difundido de redes de fibra óptica – hoje o diferencial para muitas empresas está na oferta de preços mais baixos.

Essa busca por clientes a qualquer preço, segundo Foletto, certamente comprometerá a qualidade da entrega e principalmente o suporte e a manutenção do serviço”, avalia o presidente da entidade.

A regularização tributária das ISPs (saída do Simples), foi o segundo ponto mais citado na pesquisa da entidade, com 39% dos respondentes colocando o assunto entre suas prioridades. 34% dos associados que responderam à pesquisa também consideram importante o compartilhamento e trocas de redes e serviços entre as operadoras.

Fonte: internetsul.com.br

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.