FLIN utiliza o Speedtest.net como ferramenta oficial para medir a velocidade e qualidade da internet

Tempo de leitura: 1 minuto

speedtestMuitos usuários de link de internet utilizam variados tipos de medidores de link, onde a maioria não apresenta nenhum vínculo com a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações). A escolha errada cria erros de comunicação entre cliente e fornecedor.

Por esse motivo a FLIN utiliza o Speedtest.net como ferramenta oficial para medir a velocidade e qualidade da internet. O velho conhecido dos internautas foi o adotado pela Anatel como medidor oficial, e o mesmo indicado pela FLIN já há um bom tempo.

 

A Anatel divulgou que a consultoria PriceWaterhouse Coopers, com suporte técnico da britânica SamKnows, será a responsável pela medição “oficial” da qualidade da banda larga no Brasil, com base nos critérios definidos pela agência – e que entraram em vigor no ano passado.

Para a escolha oficial, foi formado um grupo com representantes da Anatel e das teles. Foram apresentadas quatro propostas de medição: da ABR Telecom (que atualmente cuida da portabilidade numérica), ISPM, a própria PWC e o NIC.br, por sinal quem originalmente estabeleceu critérios de qualidade.

Segundo o superintendente de Serviços Privados da Anatel, Bruno Ramos, venceu a proposta a que melhor atendeu critérios de transparência, isonomia, neutralidade e controle interno e externo.

No ano passado a PWC também foi contratada pelas operadoras para apresentar um estudo sobre os parâmetros então propostos pela Anatel: e concluiu que tais critérios não tinham paralelo no planeta.

Mesmo não tendo a quantidade de clientes necessárias para a obrigatoriedade da comprovação da qualidade da internet, a FLIN já utiliza o Speedtest.net como ferramenta  para medir a velocidade e qualidade da sua internet oferecida aos clientes.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.